Ser criativo: por que é tão importante?

Ser criativo não está relacionado à alta inteligência. Essa capacidade é inerente ao ser humano e todos podemos aprender a potencializá-la, a colocá-la a nosso favor.

A criatividade é um músculo excepcional que todos temos ao nosso alcance. Graças a ela, tomamos melhores decisões, inovamos em nossa realidade, encontramos mais respostas para os problemas do dia a dia e alinhamos sonhos com conquistas. Ser criativo não é uma arte, é um exercício que deve ser aprendido para praticar diariamente.

Muitas vezes, tendemos a pensar que essa habilidade está diretamente relacionada ao ato de criar, sendo usada apenas em questões artísticas como pintar um quadro, compor música, escrever um livro … qualquer faceta e campo que desejarem.

Ainda mais, outro aspecto interessante que Edward de Bono nos revelou em sua época é que ser criativo não está relacionado à alta inteligência. Todos nós temos essa capacidade em nós mesmos. Porém, às vezes, a própria educação desliga essa espontaneidade, essa força sensacionalista.

“A inspiração existe, mas tem que te encontrar trabalhando.”

Pablo Picasso

Ser criativo, uma ferramenta poderosa

A criatividade fornece-nos soluções e ideias que nos permitem adaptar-nos a um ambiente em constante mudança, melhorando também  as relações sociais  graças à utilização de novos hábitos de comunicação.

Além disso, a criatividade nos permite sair da rotina, nos empurra para fora das zonas de conforto e conformismo, educa nossa mente para entender a realidade sob diferentes perspectivas e facilita a tarefa de resolver problemas.

Por isso, é importante conseguir desenvolvê-lo e mantê-lo sempre acordado no nosso dia a dia, permitindo-nos assim uma melhor qualidade de vida.

Robert J. Sternberg, um dos maiores especialistas em inteligência, personalidade e criatividade, explica em um estudo que essa habilidade deve ser despertada e aprimorada durante os dias de escola . Os sistemas educacionais, portanto, têm a obrigação de melhorar seus planos de estudo para treinar essa habilidade básica para o avanço da própria sociedade.

Como ser mais criativo

Para ser criativo basta abrir a mente, ousar pensar diferente, desafiar a nós mesmos. Além disso, autores como Edward de Bono sugerem que às vezes é preciso desaprender certas coisas para aprendê-las melhor.

Essas 5 dicas podem nos ajudar.

1- Não se limite

O coração não tem fronteiras e a imaginação menos ainda . Aproveite o máximo que puder e descubra o quanto quiser. É muito bom usar um caderno à mão para anotar as ideias que vêm à mente durante o dia e materializá-las. A criatividade surge a qualquer momento. Quanto mais você tirar proveito disso, mais você o desenvolverá.

Além disso, outro meio de aumentar a criatividade é a meditação. Uma mente calma pensa melhor, uma mente focada se conecta direta e mais intensamente com sua realidade para transformá-la.

Você pode se interessar também por – pdv criativo fotos | Melhore suas vendas com a criatividade

2- Aprenda com os profissionais e crie suas próprias teorias

A criatividade é uma habilidade que você pode aprender e praticar . Para isso, descubra hábitos de profissionais que podem orientá-lo. Nesse ponto, pode ser útil visitar diferentes exposições, participar de eventos, ler livros…

Pessoalmente, em menos de um mês me tornei muito mais criativo depois de visitar dois grandes eventos inovadores da atualidade: a exposição “ Auditoria do processo criativo ” de Ferrán Adriá e “Slide to unlock NYC ” de Rodrigo Rivas.

3- Procure coisas que o motivam

Conheça- se e descubra-se.  É o que lhe permitirá saber em que ambientes se pode sentir mais confortável e capaz de dar o melhor de si sem se fechar a novas oportunidades.

Nem todos nos interessamos pelas mesmas coisas, nem todos nos empolgamos ou nos inspiramos com os mesmos estímulos e experiências. Trata-se apenas de encontrar o nosso canal .

4- Não fique sobrecarregado, descanse, sinta, conecte-se à realidade de outra maneira

É importante não nos “forçarmos” a criar constantemente novas ideias ou soluções. Se não levarmos isso em conta, corremos o risco de nos bloquear internamente. Procure ter em mente naqueles momentos de pouca inspiração a frase: “amanhã será outro dia”. Descanse e permita-se tempo para pensar .

5- Saia com pessoas que te inspiram

O convívio com pessoas ativas e criativamente despertas nos motiva. Podemos aprender com seus conhecimentos, e se ouvirmos com atenção descobriremos sinais que nos levem à ideia de um grande projeto pessoal. O prazer é um exercício  obrigatório   se você deseja obter grandes resultados criativos em sua vida.

É possível que você seja uma pessoa com muita imaginação, mas não saiba como potencializá-la e ter sucesso com suas grandes ideias. Se você mantiver essas dicas em mente, em semanas sua criatividade pode dar um giro de 180 graus.

Não se esqueça, o talento de cada um é algo inato, mas você também pode aprender a desenvolvê-lo,  aplicando-o em sua vida e crescendo a cada dia de forma diferente e plena. Você só precisa fazer um pouco de esforço.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Deixe um comentário