Como melhorar os primeiros 5 minutos de uma entrevista de emprego

Os primeiros momentos da sua entrevista podem ter um impacto decisivo em como será o resto do processo. Descubra como iniciar com sucesso uma entrevista de emprego e algumas dicas sobre o que evitar.

Como melhorar os primeiros 5 minutos de uma entrevista de emprego

1- Lembre-se que a entrevista começa quando você sai de casa

A entrevista começa antes do aperto de mão. Você nunca sabe quem pode encontrar no metrô ou ônibus, ou entrando no prédio da empresa. Seu entrevistador pode estar na mesma fila do refeitório que você, portanto, certifique-se de projetar um ar amigável, confiante e profissional desde o momento em que sair de casa.

Você terá que se certificar de que chega no horário, mesmo antes do horário agendado. Dê a si mesmo tempo suficiente para chegar tranquilamente e poder fazer uma pequena pausa. Converse com a pessoa na recepção, silencie seu celular e olhe para os arredores do local – pode ser útil para você ter uma pequena conversa mais tarde. Evite cair em incidentes de última hora, você quer se apresentar como alguém calmo e organizado, não como uma pessoa nervosa e despreparada.

O que evitar:

“Uma vez ouvi alguém no telefone do lado de fora do nosso prédio reclamando em voz alta sobre o quão cedo a entrevista seria. Quando cheguei à minha próxima entrevista, percebi que essa pessoa era meu próximo candidato. Não foi um começo brilhante…”

2- Trate todos como se fossem seu entrevistador

Certifique-se de ser educado e amigável com todos que encontrar durante o processo de seleção. Desde cumprimentar a pessoa na recepção, até as pessoas com quem você compartilha o elevador ou as pessoas com quem você cruza no corredor do escritório… Todos esses são pontos de contato com seu potencial futuro empregador. Os colegas de trabalho geralmente compartilham suas impressões sobre os candidatos, portanto, certifique-se de que todos com quem você entrar em contato tenham uma boa impressão de você.

O que evitar:

“Gosto de cumprimentar os candidatos pessoalmente. Em uma ocasião, um candidato assumiu que eu era um participante, me tratou de maneira muito estranha e me pediu rudemente que lhe trouxesse algo para beber. Mais tarde, ele ficou surpreso quando viu que eu era a pessoa que conduzia a entrevista. O que mais me incomodou foi que ele pensou que poderia tratar um funcionário dessa maneira.”

3- Cause uma boa primeira impressão sobre você mesmo

As primeiras impressões são muito importantes, e as dicas não verbais às vezes importam mais do que as verbais. Os primeiros minutos de uma entrevista são sobre sorrir com confiança, apertar as mãos com firmeza, fazer contato visual e, geralmente, estar feliz por estar lá, mostrando que você quer o emprego. Incline-se ligeiramente, arqueie ligeiramente as sobrancelhas e espere ser convidado a se sentar. Em tudo o que fazes projecta uma atitude de energia, entusiasmo e interesse.

Vista-se para a ocasião, procure adaptar seu estilo ao da empresa para a qual você será entrevistado. Através de seu site ou de seus canais de mídia social, você pode ter uma boa ideia do tipo de roupa adequado para a empresa. Você pode encontrar essas informações no conteúdo sobre sua cultura corporativa e, além disso, o recrutador também pode aconselhá-lo antes da entrevista. Claro que você quer projetar sua personalidade e carisma, mas também quer se sentir confortável, se tiver alguma dúvida, opte sempre pelo lado mais formal.

O que evitar:

“Certa vez entrevistei um candidato que havia pedido um copo de água enquanto esperava. O copo estava gelado e deve ter derramado pouco antes de conhecê-lo, então minha primeira impressão foi um aperto de mão frio e molhado. Então, se você pedir algo para beber antes da entrevista, sempre segure o copo com a mão esquerda.”

4- Esteja preparado para ter uma pequena conversa inicial

Acertar a conversa pode ter grandes consequências. Esta primeira conversa pode construir a afinidade necessária para começar a gerar aquela “química” que caracteriza todas as relações comerciais eficazes.

Como parte da preparação para sua entrevista, é uma boa ideia pensar com antecedência sobre alguns tópicos em potencial que podem surgir para ajudar a manter a conversa fluindo e natural. A chave é chegar aos tópicos em que você tem um interesse comum com o entrevistador ou a empresa, para que você possa fazer e responder perguntas de maneira confiável.

Por exemplo, se você vir uma foto da família do entrevistador, talvez possa perguntar sobre eles e se preparar com uma anedota familiar própria. Ou se você é fã de um esporte e vê sinais de que seu entrevistador também é, você pode fazer uma pergunta adequada para a qual você tenha uma resposta interessante (“Quem você acha que vai ganhar a taça este ano?”).

Pense também em alguns problemas atuais. Por exemplo, a empresa para a qual você está entrevistando recentemente foi destaque na mídia? Ou você pode perguntar sobre o possível impacto na empresa de algo recente, como um ataque de malware sério. Em cada caso, certifique-se de ter uma ideia interessante sobre o tópico para contribuir também.

O que evitar:

“Um candidato que entrevistei recentemente me fez perguntas intermináveis ​​sobre minha família, trabalho, empresa, alguns tópicos de notícias, me perguntou sobre todo tipo de coisa. Ele realmente não tinha muito a dizer e não esperou para ouvir minhas respostas antes de fazer as seguintes perguntas só me mostrou que ele estava ansioso e um mau ouvinte.”

5- Concentre-se em 3 mensagens-chave desde o início

Recomenda-se aos políticos que comuniquem um máximo de três mensagens-chave à mídia, mensagens às quais devem obedecer e que devem influenciar ao longo de seu discurso.

Da mesma forma, é bom ter dois ou três pontos-chave sobre o que você tem a oferecer e o que procura, por exemplo: “Estou pronto para o desafio de gerenciar uma equipe”, “combino conhecimento da área com experiência técnica”, “na minha carreira desenvolvi uma extensa habilidade em transformação digital”.

Estes serão os três pontos-chave que você deseja que seu entrevistador lembre sobre você. Portanto, tente repeti-los naturalmente sempre que puder, mesmo nos primeiros minutos da entrevista. Também é importante ter uma resposta pronta para as perguntas mais comuns: “Diga-me por que você quer esse emprego” ou “Você entende o que essa posição implica?”

O que evitar:

“Sempre começo pedindo ao entrevistado para explicar o que nossa empresa faz. Essa pergunta aparentemente simples é difícil para muitos responderem. Eles não tiveram tempo de fazer nenhuma pesquisa prévia. Mas se você não puder fornecer uma explicação firme sobre o que a empresa faz e por que você está contratando, o entrevistador só pode concluir que você não está realmente preocupado com o cargo.”

contagem de primeiras impressões

Várias pesquisas destacam a importância de causar uma boa impressão durante os primeiros minutos de uma entrevista de emprego:

  • 6 em cada 10 gerentes concordam que a maneira como um candidato se veste tem um grande impacto em sua contratação (fonte: pesquisa monster.co.uk).
  • 33% dos chefes dizem que sabem se vão contratar alguém nos primeiros 90 segundos da entrevista (fonte: Classes e Carreiras).
  • Uma pessoa pode levar entre 1 e 10 segundos para formar uma impressão de seu nível de confiança – e essa impressão raramente muda depois (fonte: Psychological Science).
  • Manter contato visual com seu interlocutor pode ajudá-lo a percebê-lo como mais inteligente (fonte: Personality and Social Psychology Bulletin).

Veja também como uma empresa de recolocação profissional pode te ajudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *